Pontos irregulares de desmanche de veículos e comércio de peças são alvos de operação em Caxias do Sul

A ação foi coordenada pela Secretaria Estadual de Segurança Pública na manhã desta terça-feira (29)


Publicado por Joana Oliveira

há 6 meses atrás

Compartilhar

As forças de segurança desencadearam mais uma Operação Desmanche, desta vez na região de Ana Rech, em Caxias do Sul, com o intuito de coibir o comércio ilegal de peças oriundas de crimes de furto e roubo de veículos.

A ação foi coordenada pela Secretaria Estadual de Segurança Pública, na manhã desta terça-feira (29), em dois pontos distintos do interior do distrito, integrando Brigada Militar (BM), Detran RS, Polícia Civil, Polícia Ambiental, Instituto Geral de Perícias (IGP) e Corpo de Bombeiros.

Em um dos alvos, localizado na Estrada Santa Bárbara, a cerca de 30 minutos de distância do Centro, estão sendo fiscalizados e recolhidos mais de 70 veículos em situação irregular de desmanche. Conforme o coordenador da operação, major Jeferson Eroni Gonçalves, o objetivo é verificar a situação administrativa da empresa e se há veículos em situação de furto ou roubo.

“Em torno de 70 veículos vão ser recolhidos e encaminhados para uma empresa que vai reciclar este material. […] Têm muitas peças que são segmentadas de dentro do veículo. Dentro do galpão nos chamou a atenção diversos motores, que vamos verificar se estão irregulares, se tem alguma situação criminal”, explica Gonçalves.

Ele ressalta que, até o momento, a pendência deste comércio é administrativa, em razão de haver um depósito de venda de peças sem autorização e documentações específicas junto ao Detran. A revenda deve ser interditada.

A 7 km dali, uma oficina de desmanche também esteve na mira da ofensiva integrada. Conforme o major Eroni, neste ponto foi detectado um veículo roubado, e o proprietário do estabelecimento foi detido pela polícia.

O subcomandante do 12° Batalhão de Polícia Militar (BPM), major Flori Chesani Junior, relata que, a partir da análise de indicadores de criminalidade, foi possível realizar um levantamento para identificar organizações de receptação de veículos.

“Em razão disso, identificamos dois pontos que caracterizam eventualmente o comércio ilegal de peças, onde já tem uma característica dos veículos que são mais furtados e corroboram com nossos indicadores”, expõe o subcomandante.

De acordo com ele, os principais modelos furtados são GM Corsa, Fiat Uno, VW Gol e a moto CG 125.

“São carros mais antigos, que apresentam uma comercialização de peças maior. Ou seja, eles são furtados, acabamos recuperando eles, porém sem as peças. E esse é o comércio que acaba ocorrendo na cidade. Furto, retiram as peças e depois comercializam, e isso eleva os indicadores de criminalidade. É um ciclo”, acrescenta o major Chesani.

Ainda assim, segundo dados atualizados do Programa RS Seguro, divulgados no último dia 10 de agosto, Caxias do Sul registrou a maior redução de roubo veículos da série histórica, desde 2013. Foram anotados 11 ocorrências do crime em julho, uma redução de 57% em comparação com o mesmo período de 2022, quando aconteceram 24 casos.

Generic placeholder image
Por Joana Oliveira

há 6 meses atrás

Compartilhar
    lens

    AGORA

    • Programa Bom Dia Trabalhador

    A SEGUIR

    • Programa Alto Astral

Previsão do tempo

Loading...
weather icon

°C

Parceiros

Design sem nome (2)
andreazza
WhatsApp Image 2022-07-07 at 14.02.06
Designsemnome11
Dog Shop
Designsemnome12
stok
viver
mercadão
WhatsApp Image 2021-01-05 at 09.32.53
Banner_300x250
Designsemnome4
previous arrow
next arrow

Cozinha Viva

Os ingredientes são:

– 500g de peito de frango cortado em cubos
– 1 cebola picada
– 2 dentes de alho picados
– 1 pimentão cortado em tiras
– 1 lata de leite de coco
– 2 colheres de sopa de curry em pó
– 1 colher de sopa de óleo de coco
– Sal e pimenta…

Top 10