noticias

Caso Kauana: Polícia prende preventivamente uma pessoa e buscas seguem em São Marcos


O mistério envolvendo o desaparecimento da menina Kauana dos Santos, de 16 anos, em São Marcos, ganhou um novo capítulo nesta segunda-feira (29). Uma pessoa, de 27 anos, foi presa pela Polícia Civil, em Caxias do Sul. A polícia acredita que ela possa ajudar a desvendar o crime ocorrido na última sexta-feira (26), na localidade de  Marechal Deodoro. Na ocasião, Irene da Fonseca, de 67 anos, foi morta a tiros e a casa onde moravam ela, Kauana, e o irmão da menina, de 7 anos, foi incendiada. A garota está desaparecida desde então.

Até o momento, sabe-se, pelo relato do garoto, que conseguiu fugir, que um homem, ainda não identificado, invadiu a casa, no final da tarde da sexta-feira. O garoto conseguiu correr e se esconder em uma mata próxima e viu quando o homem arrastou a irmã por uma trilha. Um casaco, com manchas de sangue, foi encontrado pela polícia na manhã do sábado. Ainda não se sabe se  sangue é da adolescente. Já a peça de roupa foi reconhecida por familiares.

No mesmo terreno onde ficava a casa incendiada há uma outra residência onde morava um casal. De acordo com testemunhas, os dois residem em São Marcos a pouco tempo e não foram vistos desde a noite do crime. A Polícia Civil, porém, não confirma que eles tenham alguma ligação com o fato.

Na segunda-feira, equipes da Força Tática da Brigada Militar, do Corpo de Bombeiros, da Polícia Civil, do Instituto Geral de Perícias, realizaram novas buscas nas imediações da chácara. Um cão farejador também foi usado. As buscas se estenderam até o final da tarde.

Fotos: Ângelo Batecini/SMO/Divulgação

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *