‘Tem que morrer tudo afogado’. Movimento Negro Raízes denuncia áudios com ofensas racistas em Bento Gonçalves

O Movimento Negro Raízes, de Bento Gonçalves, fez uma denúncia junto à Polícia Civil, nesta terça-feira (09) sobre áudios que tem circulados em grupos de aplicativos de troca de mensagens desde o último domingo (07), […]


Publicado por Adriano Padilha

há 2 meses atrás

Compartilhar

O Movimento Negro Raízes, de Bento Gonçalves, fez uma denúncia junto à Polícia Civil, nesta terça-feira (09) sobre áudios que tem circulados em grupos de aplicativos de troca de mensagens desde o último domingo (07), com ofensas racistas e xenofóbicas contra pessoas negras e de outras nacionalidades que vivem na Serra Gaúcha. Na manhã desta quinta-feira (11), a entidade emitiu uma nota sobre o caso.

Conforme um dos coordenadores do Movimento, Marcos Flávio Dutra Ribeiro, ele teve conhecimento sobre o fato na manhã da segunda-feira (08), após uma pessoa enviar o áudio para ele.

Entre as frases, menções ao regime nazista, que nos anos 1940 perseguiu e matou negros em campos de concentração na Alemanha como “se Adolf Hitler tivesse matado a metade da humanidade, não tinha esses praguedo para incomodar a gente”. 

Além disso, há menções as pessoas de outras nacionalidades que buscam na Serra Gaúcha uma melhor qualidade de vida. Conforme o interlocutor “…esses imigrante aí que vêm de fora, só pra tirar o emprego dos outros… tem que amarrar tudo e afogar no meio da água… tem que morrer tudo afogado… criança adulto… morrer tudo afogado”. 

Ribeiro diz que por mais que a atuação do movimento seja reconhecida em nível estadual, a luta contra essas situações nunca para. Ele também comentou o sentimento que teve ao ouvir as ofensas.

“É triste, é lamentável. Isso nos toca muito mais como representação negra. Nosso Movimento foi gestado na educação. É antagônico isso. O movimento, por todo nosso trabalho, tem reconhecimento e a gente se depara com uma situação como essa. E aí quando a gente trata da pauta racismo, intolerância, preconceito, todo esse universo que habita a cultura negra ouvimos que esse assunto é chato, é mimimi. Só que esse mimimi, esse assunto chato se transforma mais uma vez em um episódio lamentável dentro da comunidade de Bento Gonçalves”, disse.

Ele também comentou que o caso já está sendo investigado pela Polícia Civil e que foi registrado um boletim de ocorrência. Além disso, eles pedem que a Polícia Federal atue no caso, no âmbito da investigação sobre xenofobia, já que pessoas de outras nacionalidades também são agredidas nos referidos áudios.

Confira na íntegra a nota divulgada pelo Movimento Negro Raízes:

N O T A de R E P Ú D I O

O Movimento Negro Raízes, através de sua coordenação vem a público manifestar-se com veemente REPÚDIO, acerca do recebimento de denúncia ocorrida nesta segunda-feira (08), quando foi trazido ao conhecimento desta representação, áudios gravados em grupos de whatsapp de Bento Gonçalves neste domingo (07) e que também já estão ‘circulando’ na região, contendo manifestações de RACISMO em relação as pessoas Negras da comunidade, e de XENOFOBIA em relação as migrações recentes a exemplo de cidadãos Haitianos, Senegaleses e outras nacionalidades que estão residindo no município atualmente.

O Movimento desde sua instituição em 2018, desenvolve atividades praticamente ininterruptas no sentido de enaltecer de forma proativa valores como respeito, dignidade e igualdade, no contexto de uma sociedade mais justa e igualitária no aspecto étnico, o que levou esta representação Negra ao reconhecimento estadual por sua atuação Cultural e Social no biênio 2018/2019.

Diante de mais este gravíssimo episódio, somado a outros no passado, em que houve a intervenção do Movimento Negro Raízes, informamos que nesta quarta-feira (10), a partir deste manifesto e com a coleta de mais informações a respeito, estão sendo comunicados de forma oficial, órgãos públicos pertinentes e competentes para que haja tomada efetiva de providências cabíveis em todas as instâncias, no sentido de apurar e responsabilizar a autoria destas manifestações degradantes e criminosas, com as quais não é possível omitir-se e tampouco tolerar.

Este fato hostil e repulsivo, evidencia cada vez mais a necessidade de tratativa e entendimento com mais profundidade em torno das questões étnico-raciais, tanto da sociedade civil, bem como dos Poderes Públicos constituídos, através de ações construtivas e efetivas, pois fatos tristes e chocantes como este, atingem e dizem respeito a todo o convívio social da comunidade independentemente da etnia.

Para dar conhecimento da gravidade das manifestações, diante do acima exposto, destacamos na forma transcrita, alguns trechos de alguns dos referidos áudios, conforme segue:

“…negrada do c*r*lh*…”
“…se Adolf Hitler tivesse matado a metade da humanidade, não tinha esses praguedo para incomodar a gente… negrada do c*r*lh*…”
“…esses imigrante aí que vêm de fora, só pra tirar o emprego dos outros… tem que amarrar tudo e afogar no meio da água… tem que morrer tudo afogado… criança adulto… morrer tudo afogado… esses imigrante de b*s*a… de m*r*a…”
“…negrada f*lh* da p*t*…”

O Movimento Negro Raízes, a partir do registro destas manifestações junto aos órgãos competentes, estará atento no que concerne a informações sobre os desdobramentos deste lamentável e repugnante episódio ocorrido em nossa comunidade.

Bento Gonçalves, 11 de fevereiro de 2020
Movimento Negro Raízes – Coordenação

Generic placeholder image
Por Adriano Padilha

há 2 meses atrás

Compartilhar
    lens

    AGORA

    • Programa Entardecer na Querência

    A SEGUIR

    • Programa Clube do Ouvinte

Previsão do tempo

Loading...
weather icon

°C

Parceiros

previous arrow
next arrow
Slider