Quadrilha ligada a golpe dos nudes movimenta mais de R$ 500 mil em Porto Alegre

Mais uma ofensiva contra o golpe dos nudes foi desencadeada pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (23). Agentes da 5ª DP de Porto Alegre, sob comando da delegada Marcela Smolenaars, deflagraram ao amanhecer a […]


Publicado por Adriano Padilha

há 2 meses atrás

Compartilhar

Mais uma ofensiva contra o golpe dos nudes foi desencadeada pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (23). Agentes da 5ª DP de Porto Alegre, sob comando da delegada Marcela Smolenaars, deflagraram ao amanhecer a operação Busted contra os crimes de extorsão, lavagem de dinheiro, crime organizado, falsa identidade e usurpação de função pública. Cerca de 60 agentes atuaram na ação. “Mais de R$ 500 mil foram movimentados por golpes”, enfatizou a delegada Marcela à reportagem do Correio do Povo. O trabalho investigativo apurou que dois dos alvos, identificados como um porteiro e uma cozinheira, movimentaram mais de R$ 220 mil em oito meses.

Houve o cumprimento de 12 mandados de busca e apreensão nos bairros Lomba do Pinheiro, Restinga, Cruzeiro, Sarandi e Rubem Berta, além de bloqueio judicial de 13 contas bancárias dos investigados, com mais de R$ 250 mil depositados nelas, bem como restrição de venda de dois veículos. Quatro cartões bancários e quatro telefones celulares foram recolhidos. Não ocorreram prisões, pois a Justiça não deferiu o pedido da Polícia Civil.

Os policiais civis já identificaram 13 envolvidos. O líder do grupo possui antecedentes por homicídio, porte ilegal de arma de fogo, lesão e ameaça. Um dos casos apurados é de um homem que passou a se relacionar com uma garota pelo Facebook. Ele trocou fotos de nudes com ela e chegou a depositar valores de presente na conta dela. Em um encontro marcado, ela não apareceu conforme combinado.

Depois, um suposto policial passou a exigir valores alegando que a menina estava com depressão e foi internada em uma clínica psiquiátrica. Posteriormente, a vítima recebeu fotos da garota toda cortada e coberta por um lençol, sendo dito que ela cometeu suicídio.

O suposto policial exigiu então o pagamento do enterro. Após pagar o funeral e sepultamento, a vítima foi até o cemitério e acabou descobrindo que tudo não passava de um golpe. Ele teve um prejuízo em torno de R$ 27 mil. O dinheiro foi depositado nas contas de 11 dos 13 investigados, com quantias de R$ 1 mil e R$ 2 mil.

Fonte: Correio do Povo

Generic placeholder image
Por Adriano Padilha

há 2 meses atrás

Compartilhar
    lens

    AGORA

    • Programa Viva na Madrugada

    A SEGUIR

    • Programa Bom Dia Trabalhador

Previsão do tempo

Loading...
weather icon

°C

Facebook

15 hours ago

"Não aprendi a dizer adeus" é uma música da playlist "Clássicos da Rádio Viva" 😄

Qual música dessa playlist você mais ouve? 🤔

#radioviva #viva #apaixonadaporvoce #spotify #playlist ... See more

18 hours ago

Gosto de gente que me faz dançar em dias de chuva, que me faz sentir a tal quando estou por baixo, e que segura minha mão quando percebe que estou com medo.

Gosto de gente que gosta de gente que ... See more

Parceiros

previous arrow
next arrow
Slider

Cozinha Viva

INGREDIENTES

– 1 xícara de açúcar
– 1 xícara de farinha de trigo
– 3 bananas cortadas
– 4 ovos
– 2 colheres de sopa de óleo
– 400g de doce de leite
– 1 colher de chá de fermento químico

MODO DE PREPARO: Derreta o açúcar até caramelizar, coloque a calda em uma assadeira, corte as bananas…

Top 10