Petrobras aumenta preço da gasolina em 5,2% e diesel em 14,3%

A Petrobras anunciou na manhã desta sexta-feira (17), mais um reajuste nos preços da gasolina e do diesel. A partir de amanhã (sábado, dia 18), o preço médio da gasolina sobe nas refinarias: de R$ […]


Publicado por Emilio Nunes

há 2 anos atrás

Compartilhar

A Petrobras anunciou na manhã desta sexta-feira (17), mais um reajuste nos preços da gasolina e do diesel. A partir de amanhã (sábado, dia 18), o preço médio da gasolina sobe nas refinarias: de R$ 3,86 para R$ 4,06, elevando o valor em 5,2%. Já o novo calcanhar de aquiles da companhia, o diesel, subirá 14,3%. O combustível tende a sair das refinarias com preço médio de R$ 5,61 ao litro, ante os R$ 4,91 registrados nesta semana.

O diesel não era reajustado desde 10 de maio – há 39 dias. Já a última alta no preço da gasolina havia sido em 11 de março – há 99 dias. Os preços do GLP não serão alterados. O novo aumento dos preços ocorre na mesma semana em que o Congresso Nacional aprovou o teto de ICMS para os combustíveis, limitando os estados a taxa variável de 17% a 18% e nãos mais em 25% e 30% como em algumas situações. A tentativa era de baixar o preço na bomba ao consumidor.

Na nota em que anuncia o reajuste, a Petrobras afirma que o mercado global de energia está atualmente em “situação desafiadora“, por conta da recuperação da economia mundial e a guerra na Ucrânia. A estatal aponta, ainda, que “é sensível ao momento em que o Brasil e o mundo estão enfrentando e compreende os reflexos que os preços dos combustíveis têm na vida dos cidadãos”, e que tem buscado equilibrar seus preços com o mercado global, sem o repasse imediato da volatilidade dos preços externos e do câmbio.

“Não obstante, quando há uma mudança estrutural no patamar de preços globais, é necessário que a Petrobras busque a convergência com os preços de mercado”, diz a nota, que sugere que, de outra forma, poderia haver risco de desabastecimento interno.

“Com esse movimento, a Petrobras reitera seu compromisso com a prática de preços competitivos e em equilíbrio com o mercado, ao mesmo tempo em que evita o repasse imediato para os preços internos da volatilidade das cotações internacionais e da taxa de câmbio, ou seja, evita o repasse das variações temporárias que podem ser revertidas no curto prazo. Dessa maneira, observando a evolução do mercado, foi possível manter os preços de venda para as distribuidoras estáveis por 99 dias para a gasolina e 39 dias para o diesel”, destacou a Petrobras, em nota.

Generic placeholder image
Por Emilio Nunes

há 2 anos atrás

Compartilhar
    lens

    AGORA

    • Programa em Ritmo de Festa

    A SEGUIR

    • Programa Entardecer na Querência

Previsão do tempo

Loading...
weather icon

°C

Parceiros

Design sem nome (2)
andreazza
WhatsApp Image 2022-07-07 at 14.02.06
Dog Shop
stok
viver
mercadão
WhatsApp Image 2021-01-05 at 09.32.53
Banner_300x250
Designsemnome4
previous arrow
next arrow

Cozinha Viva

A receita de hoje é maravilhosa, com uma textura e sabor magníficos e bem crocantes, almôndegas suecas, que delícia hein.

Ingredientes:

  • 500gr de carne moída
  • 1/2…

Top 10