Mulher é esquartejada dentro de apartamento em Canoas e imagens são divulgadas nas redes sociais

A Polícia Civil recebeu na última segunda-feira (1º) um vídeo onde criminosos aparecem ensacando partes do corpo de uma mulher em sacos pretos. No vídeo, publicado nas redes sociais, os homens aparecem tranquilos, como se […]


Publicado por Adriano Padilha

há 7 meses atrás

Compartilhar

A Polícia Civil recebeu na última segunda-feira (1º) um vídeo onde criminosos aparecem ensacando partes do corpo de uma mulher em sacos pretos. No vídeo, publicado nas redes sociais, os homens aparecem tranquilos, como se aquela fosse uma atividade normal e recorrente. A suspeita é de que o crime tenha acontecido no último domingo de fevereiro (28).

Desde então, os agentes trabalharam para identificar os criminosos que apareciam no vídeo, a vítima e o local onde o crime havia acontecido. Após dias de investigações, foi identificado que o vídeo havia sido filmado em um apartamento residencial localizado no bairro Rio Branco, em Canoas.

Além do local do crime, a polícia ainda identificou dois criminosos que aparecem na gravação. O pedido da prisão de ambos foi feito ao Judiciário na manhã de sexta-feira (5) e, no mesmo dia, os mandados foram deferidos. Segundo informações, o homem que fez a gravação usava tornozeleira eletrônica, que foi rompida.

O Instituto-Geral de Perícias (IGP) foi acionado para realizar a perícia do apartamento. Foram recolhidas amostras de sangue para identificar a vítima e vestígios de DNA que podem levar aos demais criminosos envolvidos na ação.

De acordo com a polícia, o homicídio foi uma punição, pois a vítima estaria repassando informações do grupo para uma facção rival. A gravação teria sido feita para comprovar aos mandantes que a execução havia sido realizada.

A identidade da vítima ainda não foi descoberta, pois não há registros de mulheres desaparecidas na região. Agora, a investigação foca na localização dos restos mortais da mulher, que foram desovados pelos criminosos. A suspeita é de que o corpo tenha sido removido do apartamento em uma mala, tendo sido jogado em um rio ou ainda enterrado sob concreto.

Um carro que pode ter sido usado pelos criminosos foi apreendido e será analisado pelo IGP.

Generic placeholder image
Por Adriano Padilha

há 7 meses atrás

Compartilhar
    lens

    AGORA

    • Programa Alto Astral

    A SEGUIR

    • Programa Jornal Leouve

Previsão do tempo

Loading...
weather icon

°C

Parceiros

previous arrow
next arrow
Slider