Inquérito aponta que menina de cinco anos foi jogada no Rio Taquari ainda com vida

Foi encerrado o inquérito sobre o caso que chocou o Rio Grande do Sul neste mês, quando um homem de 35 anos foi indiciado pelo estupro e o assassinato de Ágatha Rodrigues dos Santos, ocorrido […]


Publicado por Milena Silva

há 1 semana atrás

Compartilhar

Foi encerrado o inquérito sobre o caso que chocou o Rio Grande do Sul neste mês, quando um homem de 35 anos foi indiciado pelo estupro e o assassinato de Ágatha Rodrigues dos Santos, ocorrido às margens do Rio Taquari, em Lajeado. Segundo o laudo emitido pela perícia, a menina foi jogada ao rio ainda com vida, após ser estuprada, e a morte foi causada por asfixia por afogamento. O assassino está preso desde 4 de setembro, data do homicídio. Ele foi transferido do Presídio de Lajeado por questão de segurança.

A mãe da menina também foi indiciada por entregar uma menor incapaz para uma pessoa inidônea, e por isso precisou assinar um termo circunstanciado. É um delito de menor grau, que não resulta em prisão. O caso apurado pelo delegado substituto da Delegacia da Mulher (Deam), Humberto Röehrig, agora vai para o Judiciário. Dez pessoas foram ouvidas durante as investigações.

Generic placeholder image
Por Milena Silva

há 1 semana atrás

Compartilhar
    lens

    AGORA

    • Programa Bom Dia Trabalhador

    A SEGUIR

    • Programa Alto Astral

Previsão do tempo

Loading...
weather icon

°C

Parceiros

previous arrow
next arrow
Slider