“Estava trabalhando na pintura, mas uma vez que entra no tráfico fica sempre marcado”, afirma delegado sobre homicídio em Bento

Em entrevista ao Portal Leouve, o delegado titular da Polícia Civil de Bento Gonçalves Alvaro Becker, falou sobre os dois homicídios registrados na tarde desta terça-feira (13), em menos de uma hora em Bento Gonçalves. O primeiro […]


Publicado por Adriano Padilha

há 5 meses atrás

Compartilhar

Em entrevista ao Portal Leouve, o delegado titular da Polícia Civil de Bento Gonçalves Alvaro Becker, falou sobre os dois homicídios registrados na tarde desta terça-feira (13), em menos de uma hora em Bento Gonçalves.

O primeiro deles por volta das 14h, em um terreno às margens da Rua Humaitá, no bairro Humaitá, vitimou o jovem Vinicius Dambrós, de 21 anos.

Já o segundo, por volta das 14h20min, no bairro Municipal, resultou na morte de Elton  Henrique Cabral da Luz, 31 anos. Ele foi morto enquanto fazia serviços de pintura do cordão da calçada na Rua Nunciante Antinolfi.

Ambos foram executados com uma série de disparos de arma de fogo e morreram nos locais dos respectivos crimes, que foram isolados pela Brigada Militar até a chegada de Polícia Civil e IGP.

No último dia 5, Vinicíus Dambrós havia sido preso por receptação de produtos roubados como televisores, uma caixa amplificada, um miny sistem e dois aparelhos de som em Bento Gonçalves. Ele também possuía antecedentes por furto e tráfico de drogas segundo a polícia.

A investigação trabalha com a hipótese de que mais de um indivíduo tenha participado da execução no bairro Humaitá.

Elton Cabral da Luz também possuía antecedentes por tráfico de drogas. Devido ao histórico de ambas as vítimas, o delegado Alvaro Becker afirma que os dois crimes estariam ligados a disputas por pontos de tráfico de drogas entre facções criminosas rivais.

Elton foi morto enquanto pintava a calçada a serviço do município, trabalhando em uma empresa terceirizada. Ele estaria trabalhando e tentando recomeçar a vida, mas o histórico no tráfico de drogas e um possível acerto de contas pode ter sido a motivação para o crime, segundo o delegado Becker.

“Estava fazendo serviço de pintura. Mas possui histórico no tráfico e inúmeras passagens na polícia. Uma vez que entra nessa vida, não tem volta, fica sempre marcado”, afirmou.

Perguntado se os dois homicídios, ocorridos em menos de uma hora possam ter alguma relação, o delegado afirma que as investigações ainda estão em um estágio muito inicial e não é possível afirmar que ambos os crimes estejam ligados entre si.

Sobre a vítima encontrada carbonizada no interior de um veículo queimado na Linha Veríssimo de Mattos, interior do município,  ainda não foi possível identificar a vítima em questão por parte da perícia criminal, assim como também não se sabe quando o indivíduo foi morto.

Até o momento, Bento Gonçalves registra 14 mortes violentas no ano de 2021.

Generic placeholder image
Por Adriano Padilha

há 5 meses atrás

Compartilhar
    lens

    AGORA

    • Programa Viva na Madrugada

    A SEGUIR

    • Programa Valdir Anzolin Canta

Previsão do tempo

Loading...
weather icon

°C

Parceiros

previous arrow
next arrow
Slider