noticias

Eleição a prefeito e vice-prefeito de Caxias do Sul será na Casa da Cultura


A sessão extraordinária para eleição indireta a prefeito e vice-prefeito de Caxias do Sul será na Casa da Cultura, na Rua Dr. Montaury, 1333, Centro, nesta quinta-feira (9), às 8h30min, no espaço do Teatro Municipal Pedro Parenti, onde cabem cerca de 200 pessoas. A decisão sobre o local foi tomada em reunião da Mesa Diretora, nesta segunda-feira (6), em razão da ausência de energia elétrica no prédio da Câmara Municipal.

O presidente interino do Legislativo caxiense, vereador Paulo Périco (MDB), conduziu o encontro, que contou com a presença do 2º vice-presidente, parlamentar Alceu Thomé (PTB); da 1ª secretária, vereadora Tatiane Frizzo (Solidariedade); e de diretores da Câmara. “A Casa da Cultura é central e dispõe de mais espaço para receber a população que quiser acompanhar de perto a eleição”, explica o presidente Périco.

Na quinta-feira, apenas os 23 vereadores terão direito a voto na chapa composta pelos parlamentares Flávio Cassina (PTB) (candidato a prefeito) e Edio Elói Frizzo (PSB) (candidato a vice-prefeito). Foi a única chapa a se inscrever ao pleito. Os votos serão nominais e por ordem alfabética, sem espaços para declarações. Já o candidato a prefeito poderá se pronunciar na tribuna por até cinco minutos. Para ser eleita, a chapa precisa obter 12 votos, o que corresponde à maioria absoluta do Parlamento.

A partir disso, se a chapa for eleita, a sessão será suspensa para a lavratura da ata e imediatamente os novos prefeito e vice serão empossados pelo presidente da Câmara. O rito e os requisitos de elegibilidade estão previstos na Resolução de Mesa 962 A/2019.

A comunidade poderá assistir à votação pessoalmente ou pelas redes sociais do Parlamento: fanpage (camaracaxias), youtube (tvcamaracaxias); e pelo site www.camaracaxias.rs.gov.br. A Casa da Cultura mantém regras específicas de acesso, tais como: ninguém pode entrar no teatro, portando bandeiras, banners e faixas ou objetos sonoros, por exemplo. Para garantir maior segurança à comunidade e aos vereadores, a Câmara solicitou a presença da Guarda Municipal e da Brigada Militar. Haverá espaço reservado à imprensa.

A eleição indireta é uma exigência legal e decorre do decreto legislativo 414/A, de 22 de dezembro de 2019, que deixou pública a cassação do mandato do ex-prefeito Daniel Guerra (Republicanos).

Sessões Representativas

Na reunião da Mesa Diretora desta segunda-feira (6), também foi confirmado que as sessões representativas deste mês de janeiro vão ocorrer no auditório da Prefeitura Municipal. Essas sessões estão previstas para os dias 7, 14, 21 e 28 de janeiro, às 8h30min. São abertas ao público e podem ser acompanhadas pelas redes sociais da Câmara: fanpage (camaracaxias) e youtube (tvcamaracaxias); ou pelo site: www.camaracaxias.rs.gov.br.

Para a plenária representativa de amanhã, está prevista a posse de Tibiriçá Maineri, como vereador da Casa. Primeiro suplente do Republicanos, ele assume no lugar do titular Chico Guerra, do mesmo partido e suspenso por 60 dias do mandato parlamentar. Tibiriçá teve assento no plenário do Legislativo, no período de 5 de fevereiro a 30 de abril de 2019. Ao longo do ano passado, atuou como coordenador municipal da Acessibilidade.

A transferência de local das sessões se deve a uma falha na energia elétrica do prédio da Câmara, decorrente de um problema técnico que ocorre no final de dezembro. Houve um princípio de incêndio localizado no Quadro Geral de Baixa Tensão (QGBT), cujas causas estão sendo averiguadas. O expediente na Câmara, com atendimento à população, segue normal, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, sem fechar ao meio-dia.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *