Divulgado balanço dos primeiros 30 dias de fiscalização de passageiros no transporte coletivo de Caxias

A Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM) de Caxias do Sul, informou o balanço dos primeiros 30 dias das vistorias que a Fiscalização de Trânsito tem feito nos ônibus da Visate. O objetivo […]


Publicado por Adriano Padilha

há 11 meses atrás

Compartilhar

A Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM) de Caxias do Sul, informou o balanço dos primeiros 30 dias das vistorias que a Fiscalização de Trânsito tem feito nos ônibus da Visate. O objetivo da ação é a redução do excesso de usuários nos ônibus, se adequando ao disposto no Decreto nº 20.855. A fiscalização ocorre diariamente para evitar contágio por coronavírus no município. Somente aos domingos é que não houve vistorias.

Os fiscais atuaram em 525 linhas nos 26 dias que compreenderam o primeiro mês da ação. O total de passageiros contabilizados nos ônibus foi de 68.540, sendo que haviam 974 pessoas em pé acima do total permitido. O excesso de passageiros em pé ficou em 1,42% do número total de usuários transportados. A SMTTM reitera que em nenhuma hipótese os usuários que estão acima do limite permitido são obrigados a desembarcarem dos ônibus.

A linha mais vistoriada foi a L02 – Salgado Filho / Ana Rech, que recebeu a visita dos fiscais em 15 dos 26 dias. A L73 – Coletora Leste foi o segundo trajeto mais vistoriado, com presença em 13 dias. As rotas com a maior incidência de excessos de usuários foram a L67 – São Caetano (117 pessoas), L85 – Nossa Senhora das Graças (109 pessoas) e L53 – Centenário (108 pessoas). A primeira teve a visita dos fiscais em 12 oportunidades, enquanto as duas últimas foram vistoriadas 10 vezes cada.

Vale registrar que em quatro sábados (25/04, 02/05, 09/05 e 23/05) e em uma sexta-feira (15/05) as vistorias não contabilizaram excesso de usuários em pé acima do teto permitido. A orientação é para que os passageiros permaneçam sentados nos veículos. Em ônibus com dois eixos (simples) o limite de usuários em pé é de 10 pessoas. Nos ônibus articulados, o máximo é de 15 pessoas. No caso de a Fiscalização de Trânsito flagrar excesso de passageiros em pé no veículo, a concessionária é avisada para que proporcione maior oferta de assentos, seja pelo acréscimo de ônibus na linha ou através da substituição de veículos simples por ônibus articulados.

O secretário de Trânsito, Alfonso Willenbring Júnior, afirma que os dados do primeiro mês foram muito bons. “O resultado é extremamente positivo, comprovando que o transporte público está de acordo com o estabelecido, preservando-se as condições sanitárias dos passageiros”. Também disse que as fiscalizações permanecerão por tempo indeterminado.

Generic placeholder image
Por Adriano Padilha

há 11 meses atrás

Compartilhar
    lens

    AGORA

    • Programa Alto Astral

    A SEGUIR

    • Programa Jornal Leouve

Previsão do tempo

Loading...
weather icon

°C

Parceiros

previous arrow
next arrow
Slider