Casal de farroupilhenses se prepara para dar a volta ao mundo em um motorhome

Quem nunca pensou em viver uma aventura? Aquele ideia de vender móveis, um carro, usar das economias, montar um motorhome e sair pelo mundo sem roteiro, sem local, sem endereço e sem data pra voltar? […]


Publicado por Joana Oliveira

há 1 mês atrás

Compartilhar

Quem nunca pensou em viver uma aventura? Aquele ideia de vender móveis, um carro, usar das economias, montar um motorhome e sair pelo mundo sem roteiro, sem local, sem endereço e sem data pra voltar? Pois isso foi exatamente o que o casal de farroupilhenses Thais Ires Rancan, de 30 anos, e Luiz Vinícius Canei, da mesma idade, decidiram fazer.

Ela é designer e e já trabalhou como diagramadora em um jornal, ele é técnico de informática e prestava serviço para o tablóide. Foi lá que eles se conheceram e começaram a namorar. Sete anos depois e há quatro anos morando juntos, ele partem para uma volta ao mundo em uma Mercedes Sprinter 2015 totalmente equipada.

Em entrevista ao Grupo RSCOM, o casal comentou que a ideia surgiu após uma viagem dos dois ao Japão, em 2018, e não conseguiram conhecer todos os pontos turísticos que gostariam. A partir de então, o casal resolveu mudar completamente de vida.

A volta ao mundo começará em Farroupilha, no começo do mês de junho. E quando termina? Nem eles sabem ao certo.

“Não tem tempo para terminar. A gente começa e vai sentindo onde vamos ficar”, diz ela.https://b3f02f8d4d09a7ebfbc046f1862f8a21.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Luiz completa.

“A gente não tem cidades espcificas que vamos passar. Isso vamos decidir a medida que vamos inde e sentimos a cidade. A gente tem uma idreção, vamos sair de Farroupilha em direção a Foz do iguaçu, onde ja fomos de carro em uma viagem teste. Após vamos subindo, em direção ao Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e vamos até o final para voltar pelo litoral e ir até Uchuaia (no estremo-sul da Argentina), para após subir pelo litoral do outro lado, passando pelo Chile até chegar no Alaska”, disse.

No entre oceanos, o Motorhome será trasladado por uma empresa que é especializada neste tipo de transporte, para que eles possam seguir a viagem.

Quanto a nova moradia, eles explicaram que a montagem foi pensada para viabilizar o trabalho dos dois, com uma pequena estação para que possam desempenhar suas funções laborais. Ali, ficam os computadores. A iluminação, aquecimento e a energia vêm de um gerador à diesel, baterias e de placas solares instaladas no teto do veículo.https://b3f02f8d4d09a7ebfbc046f1862f8a21.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Além disso, a estrutura conta com um banheiro completo, um fogão duas bocas, um frigobar, uma pia com água quente e uma cama de casal. Há também diversos pequenos compartimentos onde podem ser guardados alimentos e roupas.

O casal também comentou que o investimento feito na compra do veículo a sua montagem foi de cerca de R$ 300 mil. Dinheiro que foi poupado ao longo de quatro anos, desde que decidiram realizar a viagem, adiada devido a pandemia, e da venda de um carro, aluguel de imóveis e a venda de outros objetos.https://b3f02f8d4d09a7ebfbc046f1862f8a21.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Thais comentou sobre a sua expectativa pessoal com relação a viagem.

“Vai ser uma experiência de vida única. Eu acompanho muitos casais que fazem isso e é incrível. Poderemos chegar em uma cidade e gostar, e assim ficarmos uma semana, duas semanas, trabalhando de dentro do motorhome, fazendo dessa viagem o nosso trabalho”. 

Para ele, a vivência de novas culturas, culinária e pessoas também deve ser o ponto alto da empreitada.

“Essa parte pra mim é a melhor. Conhecer lugares, culturas diferentes. Eu não gosto de ficar sempre no mesmo lugar, então para mim essa é a melhor parte. E como ela disse, o motorhome vai nos proporcionar isso, chegar em um lugar e gostar e ficar mais, ou se não gostar ir embora”. https://b3f02f8d4d09a7ebfbc046f1862f8a21.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Para se ambientar e acostumar, os dois já estão morando dentro do mortorhome a cerca de um mês, estacionados em um posto de combustíveis às margens da ERS-122. Este, no começo, era um dos medos do casal. Porém, com essa vivência, eles já estão mais tranquilos.

Os dois também falaram sobre a reação dos familiares ao saberem sobre o projeto.

“A minha família ficou surpresa. Estamos morando dentro de uma Sprinter, né? A avó dele se assutou um pouco e nos disse: ‘na minha idade, olha só o que tenho que ver!!!’ (risos). Mas agora tá mais tranquilo, eles já conheceram o mortohome e gostaram muito”, disse Thais.

A viagem começa nos próximo dias e quem quiser acompanhar a aventura do casal pode serguir o perfil no Instragram @viajodecasa e em um canal no Youtube, com o mesmo nome, onde os dois irão compartilhar o dia a dia da nova vida do casal.https://b3f02f8d4d09a7ebfbc046f1862f8a21.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Generic placeholder image
Por Joana Oliveira

há 1 mês atrás

Compartilhar
    lens

    AGORA

    • Programa Bom Dia Trabalhador

    A SEGUIR

    • Programa Alto Astral

Previsão do tempo

Loading...
weather icon

°C

Facebook

1 month ago

#repost @leopainoficial

Que energia, que povo maravilhoso e educado! Quero agradecer demais a todos que comparecerem e fizeram essa grande festa junto conosco.. @entrairs Encontro das tradições ... See more

1 month ago

Confira o trajeto de Farroupilha ao Santuário de Caravaggio em 1 minuto 🙏🏻🤍

Quem vai participar da romaria dia 26?

#radioviva #apaixonadaporvc #romaria #caravaggio #farroupilha #1minuto

Parceiros

previous arrow
next arrow
Slider

Cozinha Viva

INGREDIENTES

– 1 xícara de açúcar
– 1 xícara de farinha de trigo
– 3 bananas cortadas
– 4 ovos
– 2 colheres de sopa de óleo
– 400g de doce de leite
– 1 colher de chá de fermento químico

MODO DE PREPARO: Derreta o açúcar até caramelizar, coloque a calda em uma assadeira, corte as bananas…

Top 10