noticias

Cajá perde pênalti e Juventude fica no 0 a 0 com o Cruzeiro no Mineirão


Nada de vitória. O Juventude não conseguiu sair do 0 a 0 em duelo diante do Cruzeiro nesta sexta-feira, no Mineirão. Depois de um tempo inicial muito fraco, em que o time de Caxias do Sul ainda perdeu um pênalti logo aos seis minutos de jogo, o segundo tempo foi de mais oportunidades dos donos da casa, que aguardam a chegada de Luiz Felipe Scolari.

Na etapa final, o Cruzeiro foi para o ataque, aproveitou os espaços. Se Fábio brilhou no pênalti na etapa inicial, Carné salvou o Juventude nos 45 minutos finais. A Raposa perdeu chances com Régis e Maurício. Em uma delas, Régis deu um “chapéu” no zagueiro e finalizou de primeira. Seria um golaço, mas a bola foi por cima da meta. Em outra oportunidade lamentada, Marcelo Moreno cabeceou forte, no cantinho; Marcelo Carné salvou o Juventude. O goleiro fez outra excelente defesa em uma finalização de Ramon. Nos acréscimos, Claudinho desperdiçou a última chance, concluindo rente à trave.

O empate manteve o Cruzeiro afundado na penúltima colocação, com apenas 13 pontos ganhos – são 14 pontos do sonhado G-4. O Juventude segue na caça à zona de acesso. Chegou aos 24 pontos, a três do quarto colocado.

Ficha Técnica
Cruzeiro
Fábio; Rafael Luiz, Manoel, Cacá e Daniel Guedes; Ramon (Jadson) e Jadsom; Airton, Régis (Welinton) e Maurício (Claudinho); Sassá (Marcelo Moreno). Técnico: Célio Lúcio (interino)

Juventude
Marcelo Carné; Wellington Silva, Wellington (Augusto), Nery Bareiro e Eltinho; João Paulo, Gustavo Bochecha, Wagner (Gabriel Terra), Renato Cajá (Rafael Silva) e Capixaba (Wallace Tarta); Dalberto. Técnico: Pintado

Cartões amarelos: Daniel Guedes, Ramon, Régis e Jadson (Cruzeiro); João Paulo, Eltinho e Wagner (Juventude)

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *