Busca por provas, depoimentos e angústia: a investigação do possível estupro de uma menina de 3 anos em São Marcos

O Delegado da Polícia Civil de São Marcos, Rafael Felipe Keller, comentou em entrevista ao Grupo RSCOM, sobre o andamento das investigações acerca do caso de um suposto abuso sexual de vulnerável que teria ocorrido na cidade […]


Publicado por Adriano Padilha

há 3 semanas atrás

Compartilhar

O Delegado da Polícia Civil de São Marcos, Rafael Felipe Keller, comentou em entrevista ao Grupo RSCOM, sobre o andamento das investigações acerca do caso de um suposto abuso sexual de vulnerável que teria ocorrido na cidade no começo deste mês. No dia 02, a menina foi levada até o Hospital São João Bosco pela mãe com dores, o médico desconfiou se tratar de um estupro e acionou a polícia.

Conforme Keller, após o recebimento da denúncia os agentes começaram as investigações e pediram um exame mais detalhado junto ao Instituto Geral de Perícias, já que haviam lesões na menina que indicavam o estupro. Este laudo ainda não está pronto, a polícia aguarda para os próximos dias o resultado para que se analise a materialidade do caso.

O delegado confirmou que já há um suspeito de ter praticado o crime e que este homem seria um parente próximo da menina. Ainda, que mesmo que o exame não aponte o abuso, a polícia seguirá com as investigações.

“Mesmo que ela volte negativa, isso não significa que o crime não ocorreu. Aí vamos correr atrás de outras formas de comprovar. Muitas vezes não há um ato libidinoso que deixe marcas, por isso a perícia é imprescindível, mas em outros casos ela pode ser dispensada tendo em vista que outros atos podem ocorrer, como o simples fato de passar a mão nos órgãos genitais. Isso já pode ser considerado estupro. Mas como há indícios de lesão, a perícia se torna fundamental neste caso”, disse.

Um dos pontos essenciais para a investigação será o depoimento da menina. Keller explicou que ela ainda não falou, e que é preciso ter muita delicadeza para que ela seja ouvida. O depoimento será feito com vista a proteção da criança, intermediado por um profissional da psicologia especializado neste procedimento para que a garota não fique com traumas futuros.

A mãe da menina já foi ouvida e, conforme Keller, trouxe fortes elementos para o caso.

O delegado ainda relembrou o caso de Kauana Santos, de 16 anos, que em junho de 2020 foi morta por Leandro Daniel Hoffmann, de 31 anos, no interior de São Marcos. O crime chamou a atenção da cidade de cerca de 30 mil habitantes pela brutalidade.

Ele disse que é necessários que esses casos sejam levados ao conhecimento da polícia para que eles não entrem no que é chamado de “cifras negras”, que são casos que ocorrem e ficam sem punição, já que não chegam nas autoridades.

Para Keller, as pessoas não devem temer fazer a denúncia quando se há qualquer indício de casos de abuso, já que pode-se, mesmo sem intenção, estar acobertando outros crimes.

“Isso cria um circulo vicioso em que essa pessoa comete um, dois, três crimes e quando se percebe o sujeito já tem 10 vítimas. Possivelmente esse sujeito que investigamos deve ter cometido outros casos. Eu acredito que a peça fundamental é justamente aquelas pessoas que saibam disso, ou que pelo menos tenham uma duvida de que ocorreu vá até a polícia por que às vezes pode ser o mesmo sujeito.”

Para finalizar, o delegado comentou que a polícia está sempre à disposição para auxiliar as vítimas de qualquer crime.

“Hoje não podemos divulgar nomes, devido as leis, o que pra mim é prejudicial. Não queremos prejudicar ninguém, mas nossa intenção é justamente mostrar que esse sujeito que fez contra uma pessoa pode ter feito contra outra. E isso incentiva essa pessoa a denunciar. Nossa forma de tratar é de acolher as pessoas, mostrar que a polícia está do lado delas. Nosso papel não é julgar ou tirar sarro, mas para defender e punir essas pessoas que comentem este que, pra mim, é um dos piores crimes que existe”.

Generic placeholder image
Por Adriano Padilha

há 3 semanas atrás

Compartilhar
    lens

    AGORA

    • Programa Alto Astral

    A SEGUIR

    • Programa Jornal Leouve

Previsão do tempo

Loading...
weather icon

°C

Parceiros

previous arrow
next arrow
Slider