Bento Gonçalves, 131 anos da terra de oportunidades e belezas naturais

Neste dia 11 de outubro, Bento Gonçalves completa 131 anos de sua emancipação. Em 1980, Cândido Costa, assinou aquilo que tornaria Bento uma cidade próspera e repleta de oportunidades para aqueles que buscam crescer. Desde […]


Publicado por Milena Silva

há 2 semanas atrás

Compartilhar

Neste dia 11 de outubro, Bento Gonçalves completa 131 anos de sua emancipação. Em 1980, Cândido Costa, assinou aquilo que tornaria Bento uma cidade próspera e repleta de oportunidades para aqueles que buscam crescer. Desde então, o município recebe anualmente milhões de pessoas interessadas em conhecer a região e, em alguns casos, fixar residência na Capital da Uva e do Vinho.
As primeiras famílias que começaram a criar a Bento Gonçalves atual, eram de origem italiana. Estas raízes permanecem até os dias atuais e, são visíveis àqueles que chegam na cidade. Quem visita o município logo conhece a atração “Maria Fumaça“, onde é possível descobrir a história daqueles homens, mulheres e crianças que saíram da Itália e cruzaram o oceano para chegar ao Brasil.
As heranças italianas estão fixadas em uma das principais atividades econômicas da cidade. O turismo do vinho e da uva. Quem nunca ouviu falar nas belezas do Vale dos Vinhedos? Da entrada da cidade, que é uma “pipa“ gigante (estrutura utilizada para armazenar o vinho)? Ou ainda da fonte que jorra vinho no centro da cidade?
A região oferece também, além das lindas paisagens e do pôr do sol exuberante no Morro da Antena, visitações a vinícolas, restaurantes, plantações e outras atrações proveniente do legado italiano. Os milhões de turistas que circulam pelo interior de Bento Gonçalves apaixonam-se a primeira vista – e normalmente voltam para rever a cidade -.
Tamanha é a fama que desde 2008, a cidade é o principal destino do enoturismo brasileiro. Além de convidativo para visitantes, o Vale dos Vinhedos – e toda cidade – atraem diversos investidores. O que, por consequência, reforça outra característica presente nesta terra: As oportunidades.
Este ponto é bastante perceptível. Até os dias atuais, pessoas de outros locais procuram a cidade para trabalhar. O empresário Carlos Domingos Piccoli, diretor do Grupo RSCOM, confirma essa informação. Segundo ele, que é natural da cidade e viu o município transformar-se diversas vezes durante as últimas sete décadas “o país está vindo para Bento Gonçalves“.
“Muitas pessoas do nordeste, do Pará, até da Ilha de Marajó. Então não é mais só imigração regional, do Rio Grande do Sul. o país está vindo para Bento Gonçalves. A cidade tem essa característica de ter emprego. Esse conceito deve fazer com que tenhamos planejamento para receber essas pessoas“. Ressalva.

A chegada na cidade em busca de oportunidade e crescimento é o caso do comandante da Brigada Militar de Bento Gonçalves, Luiz Fernando Becker. Natural de Venâncio Aires, na região central do estado, ele fez toda sua carreira na Capital da Uva e do Vinho. O policial afirma que no começo de sua vida, sentiu que as pessoas eram “desconfiadas“, mas, logo isso passou e sentiu-se acolhido por todos

Foto: Reprodução/Vale dos Vinhedos

Bento Gonçalves, para ele, tornou-se uma casa e hoje, Becker afirma que “é um orgulho comandar esse quartel, inclusive com os nossos policiais que são preparados também pra atender de forma voltada ao turismo. Agradecemos e parabenizamos a Bento Gonçalves. (…) É excelente trabalhar na cidade. Vemos que as pessoas são trabalhadoras e o trabalho da Brigada Militar se torna muito mais fácil nesse sentido. Nós [Brigada Militar] só temos a agradecer a comunidade de Bento Gonçalves e parabenizar na passagem desse aniversário de 131 anos.“
A quantidade de pessoas que procuram Bento Gonçalves como destino turístico e novo lar é algo positivo para alavancar negócios, girar a economia, dentre diversos outros pontos. Contudo, Piccoli, ressalta que para o município ser capaz de comportar turistas com segurança e conforto, bem como as pessoas que ainda irão chegar no município para seguir a vida, é fundamental ter planejamento. Este ponto, de acordo com o empresário, é o que ele mais almeja para o futuro.

Bento Gonçalves é a segunda maior cidade da Serra (Foto: Arquivo Leouve)

Como no dia que Cândido Costa assinou a emancipação há 131 anos, Bento Gonçalves deve seguir olhando para frente evoluindo como cidade, destino turístico e, acima de tudo, berço das próximas gerações de bento-gonçalvenses que herdarão a terra que há muito foi desbravada pelos primeiros imigrantes.
Feliz Aniversário, Bento Gonçalves.

Generic placeholder image
Por Milena Silva

há 2 semanas atrás

Compartilhar
    lens

    AGORA

    • Programa Fim de Semana com o Sucesso

    A SEGUIR

    • Programa Viva na Madrugada

Previsão do tempo

Loading...
weather icon

°C

Parceiros

previous arrow
next arrow
Slider