noticias

Autor do pedido de impeachment em Farroupilha registra ter recebido ameaça de morte


Um dos autores do pedido de impeachment que culminou na cassação do mandato do ex-prefeito de Farroupilha, Claiton Gonçalves, registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (20), em que relata estar recebendo ameaças de morte. Maurício Bianchi, que é presidente da OAB Subseção Farroupilha, diz ter encontrado um bilhete na sua caixa de correios no amanhecer.

O bilhete estaria dentro de um folheto de ofertas de um estabelecimento comercial. Escrito em um computador o bilhete dizia que ele deveria procurar um guarda vidas para cuidar de sua segurança, além de ameaças aos seus pais, esposa e filhos:

Cuidado apt 501 vamos te pegar ou sua esposa ou dois filhotes ou pais rua XXXXX ou rua XXXXX seus pais ou seu escritório
Contrate guarda vida”

O presidente da OAB do Rio Grande do Sul, Ricardo Breier, que também assina o pedido de impeachment, emitiu, em uma rede social, uma nota repudiando o ato contra Bianchi. Conforme Breier, “A OAB/RS é a voz da cidadania. A OAB/RS é defensora da democracia. Esta voz não será calada por ameaças ou intimidações”

Confirma a integra da nota:

“A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do Rio Grande do Sul (OAB/RS), vem a público manifestar sua total solidariedade ao presidente da subseção de Farroupilha da OAB/RS, Maurício Bianchi. A partir do processo de impeachment do então prefeito Claiton Gonçalves, Bianchi vem recebendo graves ameaças anônimas no local em que reside, inclusive mencionando risco à sua vida e a de seus familiares.

A OAB/RS repudia atos repletos de covardia, além de tentativas de intimidação e terrorismo. Ao mesmo tempo, a Ordem gaúcha, que representa mais de 100 mil advogados e advogadas, externa sua preocupação com tais atos e cobrará das autoridades as devidas providências para que sejam identificados e devidamente punidos os autores das ameaças.

A OAB/RS é a voz da cidadania. A OAB/RS é defensora da democracia. Esta voz não será calada por ameaças ou intimidações.”

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *